Pensava que ela era virgem…

A rapariga tinha casamento marcado, e o burro do noivo jurava a pés juntos que ela era virgem, mas claro que ela não era.

Nervosa, ela pede conselhos à sua mãe:
– Mãe… o que é que eu faço ? O Astolfo pensa que eu sou virgem, e se ele descobre que eu não sou pode querer anular o casamento!

– Filha, olha, faz como eu fiz ao teu pai: Antes do momento X vais à casa de banho e dissolves umas pedras hume-hume num copo com água, passas a água na coisa e pronto, vais ficar toda apertadinha e ele vai acreditar, já que ele é mesmo burro.

Dito e feito, na hora do vamos-ver, a rapariga pôs as pedras num copo com água e deixou-o na casa de banho enquanto dissolvia.

A rapariga já estava na cama e o Astolfo foi à casa de banho e foi então que ela se lembrou do copo.
– Querido, não viste um copo com água que eu deixei na casa de banho ?

– Viff sifmf quefridifnhaf.