Skip to main content

Anedota: Aluna portuguesa dá resposta genial a uma prova

Numa prova de entrada para uma Universidade uma jovem portuguesa deu uma resposta hilariante numa das questões.

A questão era a seguinte:
Interpretar o seguinte trecho de poema de Camões:

“Amor é fogo que arde sem se ver,

é ferida que dói e não se sente,

é um contentamento descontente,

dor que desatina sem doer”.

E a aluna respondeu o seguinte:

“Ah Camões, se vivesses hoje em dia,

tomarias uns antipiréticos,

uns quantos analgésicos

e Prozac para a depressão.

Comprarias um computador,

consultarias a Internet

e descobririas que essas dores que sentias,

esses calores que te abrasavam,

essas mudanças de humor repentinas,

esses desatinos sem nexo,

não eram feridas de amor,

mas somente falta de s…!”

>

Pode até nem ter tido boa nota mas que foi uma grande resposta foi!