Skip to main content

Anedota: Bêbado foi-se confessar

Um bêbedo entra no confessionário e fica lá, bastante tempo, sem dizer absolutamente nada.

Ao fim de alguns minutos o padre, bastante preocupado, bate na porta, para ver se o homem dizia alguma coisa, ao que o bêbedo responde:
– Ó amigo… é escusado, é escusado bateres à porta que deste lado também não há papel higiénico.