Skip to main content

Anedota: Declaração de amor de um mecânico

Tina, minha alentejana magana! Adoro o teu chassis, esse teus faróis castanhos que me iluminam em dias de nevoeiro e essas tuas jantes tão bem torneadas!

Deixa-me limpar-te as velas, desentupir-te o carborador, ajustar-te as folgas, purgar-te os travões… enfim, abrir-te o motor e dar-te uma revisão geral para que na auto-estrada da vida possamos juntos atingir os 120kms/hora.

Aquele que te quer dar assistência até ires p’rá sucata!

Teu mecânico