Skip to main content

Anedota: Na altura em que os animais falavam

No tempo em que os animais falavam…

Um coelho vai a correr pela selva quando passa por uma girafa que está a enrolar um. O coelho vira-se para a girafa e diz:
– Girafa, amiga, não fumes. Vem antes correr comigo para ficares em forma.

A girafa pensa durante um segundo, e decide deitar o charro fora e seguir o coelho. Os dois animais vão a correr, até que passam por um elefante que snifa umas linhas de coca.

O coelho aproxima-se do elefante e começa:
– Amigo elefante, pára de snifar coca e vem correr connosco para ficares em forma. O elefante nem pensa duas vezes. Deita fora o espelho e a palhinha e segue os outros dois.

O grupo continua a correr sem parar, até que passam por um leão encostado a uma arvore a injectar-se. O coelho vira-se para o leão e diz:
– Leão, companheiro, não te injectes mais. Vem antes correr comigo, com a girafa e com o elefante. Até vais ver que ficas em forma. O leão aproxima-se do coelho e dá-lhe uma patada que lhe arranca a cabeça.

Os outros animais, chocados, revoltam-se contra o leão.
– Porque fizeste isso? O coelho só estava a tentar ajudar.

E o leão responde:
– Esse gajo obriga-me sempre a correr pela selva que nem um parvo de cada vez que toma ecstasy.