Skip to main content

Anedota: Quero saber por onde nasci!

Era um miúdo de 7 anos, que estava sempre a chatear os pais, porque queria saber como é que tinha nascido. Os pais para o correrem, respondiam-lhe sempre:
– Olha, estás a ver aquele buraquinho no tecto? Foi por ali que tu nasceste.

O puto, enfim lá se calava e ia-se embora. Um dia, numa chuvada torrencial, começou a chover dentro de casa através do buraco no tecto.

Como o tecto era muito alto, o homem meteu a mulher às cavalitas, para ela meter betume no buraco.

Entretanto toca o telefone, e dizem:
– Olha, eu queria falar com a tua mãe.

– A minha mãe agora não pode, está em cima do meu pai a tapar o buraco por onde eu nasci.