Skip to main content

Mãe, sou uma vaca!

Uma típica família jantava tranquilamente quando a filha de apenas 12 anos lança a bomba:
– Tenho más notícias, sou uma vaca! E nisto a pequena começa a chorar como se não houvesse amanhã. Um silêncio de cortar à faca instalou-se e de repente pai e mãe começam a trocar acusações:

– Eu sabia! Diz o marido à mulher aos gritos, fartei-me de avisar mas tu não queres saber e só lhe dás maus exemplos na rua todos os dias! Virou-se ainda para a outra filha mais velha, e disse:

– E tu também, tens 25 anos já devias ter idade para ter juízo, em vez disso passas as tardes aí no sofá a lamber aquele palhaço à frente da miúda!

A mãe já estava pelos cabelos e manda um berro:
– Pára! Quem é que gasta metade do ordenado nas “meninas” e se despede delas à frente da porta de casa? Pensas que nós todas cá em casa andamos a dormir? E os fins de semana que passas a ver filmes badalhocos com a porta aberta? Achas que elas não vêm? Achas que és um santo?

Nisto agarra na mão da pequena e a chorar pergunta-lhe:
– Como é que te deixaste enganar dessa maneira filhota?

– A menina, a soluçar responde:
Foi a professora que me trocou no presépio pela Teresa, ela agora é que é a maria, eu sou a vaca!