Skip to main content

O saco do Barnabé

Barnabé transportava ás costas um saco muito pesado.

Passa um compadre, numa carroça, e oferece-lhe boleia.
– Suba para aqui, compadre.

Barnabé agradece, sobe, mas continua com o saco aos ombros.

Diz-lhe o outro:
– Ponha aí o saco, que vai melhor.

Barnabé responde:
– Oh, compadre! Já basta o favor de me levar a mim, quanto mais o saco!..